Terça-feira, 8 de Julho de 2008

Triste e Ausente

Olho fixamente para o rectângulo onde pisca o cursor que assinala o sítio onde se inicia o texto, ou a frase, ou  a palavra, ou a letra, e não sai nada.

Apenas um piscar vazio como o sentimento que tenho cá dentro.

Estou preocupada, triste e a sentir-me completamente impotente perante um esforço extremo sem resultados aparentes.

Tenho saudades:

1. de chapinhar à beira-mar; 2. do impacto gélido quando as pontas dos dedos dos pés tocam pela primeira vez o mar; 3. dos cheiros; 4. da areia a ferver que nos obriga a saltitar como crianças alegres; 5. de ouvir 10 conversas diferentes, de 10 vizinhos de toalhas e sombreiros diferentes; 6. de comer gelados sentada numa toalha (com o desenho molhado do meu biquini) com os pés enterrados na areia; 7. de me esfregar na areia e sentir-me um autêntico croquete; 8. de mergulhar; 9. de nadar de olhos abertos debaixo d'água; 10. de boiar; 11. de sentir a praia no Verão.

Preocupada. Triste. Ausente.

estou: preocupada, triste e ausente
música: con toda palabra | lhasa de sela
por InConsciente às 23:20
link do post | comentar | favorito
|

InConsciente de mim


ver perfil

seguir perfil

. 1 seguidor

pesquisar

Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

rascunhos InConscientes

Um Verão...

(RE)começar

Sem assunto 11

Triste e Ausente

Miana, a Caçadora

Hoje é...

Soube bem:

Sem título 18

19.04.1982

para espreitar

tags

todas as tags

InConscientes passados

imagens de mim | por mim

subscrever feeds